Curiosidades

Como armazenar cerveja da forma correcta

armazenar cerveja

Provavelmente já ouviste falar que vinhos devem ser armazenados deitados e que ficam melhores com o passar do tempo, correcto? Mas já se perguntaste se essa regra é válida, também, para armazenar cerveja? De facto, não! Para armazenar cerveja, é exactamente o contrário: devem ser armazenadas em pé e são melhores quando estiverem mais jovens, com exceção de cervejas envelhecida, que evoluem com o tempo.

Posição

Em pé ou deitada, a explicação é muito simples e podes verificar com teus próprios olhos: quando a garrafa está em pé, a superfície de contacto do líquido com o ar que sobe até a carica é bem menor do que quando a garrafa está deitada. Sabendo que uma das causas de deterioração da cerveja é a oxidação, e que para ocorrer oxidação precisa-se de contato com oxigênio, quanto maior a superfície de contato com o oxigênio, mais rapidamente a cerveja sofrerá oxidação. O mesmo vale para garrafas rolhadas ou latas. Além disso, o contacto com o metal da carica quando a cerveja está deitada pode catalisar essas reações de oxidação.

Sítio 

Para guardar as cervejas, dois factores são importantes: a exposição à luz e a temperaturas altas (ou grandes variações de temperatura), pois ambos também facilitam a ocorrência de reações que diminuem a vida útil de uma cerveja. Para evitar isso (a não ser que tenhas uma adega com temperatura constante na faixa de 9° a 15° C), o mais recomendado é que as cervejas sejam guardadas no frigorífico (não por muito tempo, quanto menos tempo melhor para a cerveja), mas não na porta da geladeira para evitar a agitação do líquido.

Frigorífico 

Ajuda a proteger a cerveja dessas variações de temperatura, protege contra a luz, diminui o risco de algum aumento repentino de pressão no interior da garrafa que possa fazê-la estourar e ainda traz a vantagem de as cervejas estarem sempre na temperatura para serem degustadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.